Governo ameaça fechar empresas que poluem rio Tejo

A inspeção geral do Ambiente intimou as empresas com atividade junto à bacia do Tejo a cumprirem as medidas estipuladas para acabar com a poluição, sob pena de serem encerradas, e pediu abertura de inquéritos criminais. Nos últimos dias, foram investigadas 58 empresas.

Estas empresas terão que cumprir, no prazo estipulado pelos inspetores, as medidas para pôr fim às acções de poluição da bacia do rio Tejo, caso contrário serão encerradas”, diz o Ministério do Ambiente, em comunicado divulgado esta quinta-feira.

A Inspecção-Geral do Ministério do Ambiente não revelou que empresas estão em causa.

“Desde Agosto de 2015 que não eram homologados processos de inspecção que permitissem a punição dos infratores”, diz o comunicado.

Este mês, a Inspecção-Geral do Ambiente deu à Centroliva – onde tem sido “reiteradamente detetada a prática de contra-ordenações ambientais muito graves” – 30 dias para adotar medidas para que possa continuar a exercer atividade.

O Ministério do Ambiente, a IGAMAOT (Inspeção geral do ambiente), as três Comissões de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) e a Agência Portuguesa do Ambiente (APA), estão a desenvolver um plano conjunto de inspeções para o território nacional, com especial enfoque na bacia do rio Tejo.

O Ministério do Ambiente anunciou a 19 de janeiro a criação da Comissão de Acompanhamento sobre a poluição no rio Tejo com a missão de avaliar e diagnosticar as situações com impacto direto na qualidade da água do rio e seus afluentes.

Na quarta-feira, deputados do Bloco de Esquerda pediram informações adicionais ao Ministério do Ambiente sobre os problemas de poluição no Tejo, entidades poluidoras, baixos caudais no maior rio ibérico e iniciativas previstas junto das autoridades espanholas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: INSS forma quadros em matéria de aposentação obrigatória

Moçambique: INSS forma quadros em matéria de aposentação obrigatória

Mais de 40 técnicos, afetos nas diferentes áreas e unidades orgânicas do Instituto Nacional de Segurança Social (INSS), iniciaram, esta…
Brasil: bloqueio da aplicação Telegram 

Brasil: bloqueio da aplicação Telegram 

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes revogou neste domingo (20) a decisão, assinada por ele mesmo…
Moçambique: Chuvas intensas "desligam" o país ao longo da estrada EN1

Moçambique: Chuvas intensas "desligam" o país ao longo da estrada EN1

Desde o sábado passado, Moçambique está dividido, em resultado do arrastamento pelas águas das chuvas, de duas pontes ao longo…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin