Governo cria Observatório de Preços “Nacional é Sustentável”

Foi publicado hoje, o despacho conjunto entre o Ministério da Agricultura e da Alimentação (MAA) e Ministério da Economia e Mar (MEM) que determina a constituição do Observatório de Preços «Nacional é Sustentável». O objetivo é o de contribuir para uma maior transparência em toda a cadeia de valor agroalimentar, acompanhar a sua evolução, e dotar as entidades competentes de um instrumento que permita monitorizar, avaliar e definir melhores políticas públicas nesta matéria.

O Observatório de Preços «Nacional é Sustentável» é criado junto do Gabinete de Planeamento, Políticas e Administração Geral (GPP), que deve garantir o apoio logístico e administrativo necessário ao funcionamento do Observatório e desenvolver parcerias, com a Direção-Geral das Atividades Económicas, as quais podem incluir a participação de outras entidades nacionais e europeias.

O Observatório tem por missão recolher e analisar informação ao nível da estrutura de custos, preços e margens de valor, identificando eventuais insuficiências que resultem das ferramentas disponíveis de observação do mercado, com vista a garantir uma monitorização eficaz da cadeia de abastecimento agroalimentar. Esta informação é indispensável para a elaboração de medidas políticas eficazes que visem contrariar os desequilíbrios existentes e potenciar a competitividade do setor.

Já está disponível a página web do «Observatório de preços da cadeia alimentar» alojada no sítio internet do GPP. O Observatório disponibiliza desde já dados sobre a evolução dos preços na produção, relativos aos 2 últimos anos, e diagramas de fluxos e circuitos comerciais das cadeias de valor para os vários produtos considerados no cabaz. Brevemente, esta informação será complementada com dados sobre os preços no consumidor e informação sobre estrutura de custos e proveitos nas diversas fases da cadeia de valor, o que permitirá ao observatório divulgar informação sobre a evolução dos preços e dos custos ao longo de toda a cadeia de valor alimentar.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Moçambique: FMI prevê elevado crescimento do crédito à economia

Moçambique: FMI prevê elevado crescimento do crédito à economia

O Fundo Monetário Internacional (FMI) estima um crescimento considerável do crédito à economia em 2023 para Moçambique.  Se isso se…
Angola: Governo entrega proposta do OGE 2023 até 15 de dezembro

Angola: Governo entrega proposta do OGE 2023 até 15 de dezembro

O Governo angolano assegurou nesta quinta-feira, 24 de novembro, que vai entregar a proposta do Orçamento Geral do Estado (OGE)…
Cabo Verde regista três casos da sub-linhagem da variante Ómicron “BQ.1.1”

Cabo Verde regista três casos da sub-linhagem da variante Ómicron “BQ.1.1”

Segundo a Ministra da Saúde de Cabo Verde, Filomena Gonçalves, desde o início de novembro houve um pequeno aumento dos…
Portugal reconhece qualificações académicas de 100 refugiados ucranianos

Portugal reconhece qualificações académicas de 100 refugiados ucranianos

A Direção-Geral do Ensino Superior (DGES) de Portugal já reconheceu as qualificações académicas de cerca de 100 cidadãos ucranianos desde…