Nacional | Sociedade

Governo informa que três urgências para grávidas terão sempre garantidos os serviços de urgência externa

O Ministério da Saúde anunciou na quinta-feira, que “as medidas de gestão de recursos” em estudo pela Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT) “não prevêem o encerramento de qualquer maternidade por nenhum período temporal”.

“Os trabalhos em curso versam sobre o encaminhamento de utentes pelo CODU (Centro de Orientação de Doentes Urgentes – INEM), prevendo-se que estejam sempre garantidos os serviços de urgência externa de três das quatro maternidades abrangidas e apenas durante o período de verão, mantendo-se as restantes respostas nas quatro unidades sem alterações”, avança o comunicado do ministério.

O ministério assegura  ainda que fora do período de verão, as quatro unidades — Maternidade Alfredo da Costa, Santa Maria, São Francisco Xavier e Amadora-Sintra — vão manter a capacidade de resposta nos seus serviços de urgência “sem alterações”.

Recorde-se que o jornal Público avançou na quinta-feira que as urgências de obstetrícia de quatro dos maiores hospitais de Lisboa vão estar encerradas durante o verão, fechando rotativamente uma de cada vez, devido à falta de especialistas.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo