Nacional

Governo promove as artes e o turismo do Algarve nos meses de época baixa

A 2ª edição do 365Algarve vai dinamizar toda a região entre outubro deste ano e maio de 2018, e trata-se de um “programa de valorização artística e de qualificação da oferta turística do Algarve”, que este ano integra 24 projetos que abrangem os oito meses de programação e se distribuem por todos os concelhos algarvios. Entre as áreas artísticas incluídas no programa estão a música, o teatro, a dança, o novo circo e o cinema, avança o comunicado oficial do Governo.

O projeto conta com um investimento global do Turismo de Portugal de 1.5 milhões de euros e acaba por ser uma proposta do Governo “que visa o estímulo à criação e à oferta cultural no Algarve e ao enriquecimento da experiência turística, durante os meses da época baixa”.

Para este edição o tema é “Um território de sol para as artes” com o sol enquanto eixo conceptual que agrega todas as propostas artísticas apresentadas.

O 365Algarve é uma iniciativa desenvolvida pelo Governo, através de uma parceria interministerial entre as Secretarias de Estado da Cultura e do Turismo. É um projeto integralmente financiado pelo Turismo de Portugal e operacionalizado pela Região de Turismo do Algarve.

A propósito da 2ª edição do 365Algarve, o secretário de Estado da Cultura, Miguel Honrado, sublinhou que o objetivo deste programa é “construir algo de diferenciador, uma experiência única que envolva, a um tempo, residentes e visitantes”. Explicou que “o potencial de atratividade do território Algarvio (…) é desde há muitos anos um ativo importante para o desenvolvimento turístico, todavia a revolução tecnológica e a evolução e democratização do conhecimento que aquela implica, alteraram definitivamente as aspirações e os códigos de procura de todos aqueles que demandam um novo território”. Por fim, sublinhou que “um território pode e deve ter uma voz cultural que o permita identificar de forma indelével perante todos quantos o habitam, apesar da fugacidade de algumas destas experiências”.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo