Lançado Guia informativo sobre Alegações Ambientais na comunicação comercial

Guia procura sensibilizar os agentes económicos para práticas como o ecobranqueamento (greenwashing)

Considerando a crescente comunicação comercial com recurso a alegações ambientais, a Direção-Geral do Consumidor (DGC) e a Auto Regulação Publicitária (ARP) desenvolveram um guia explicativo sobre as práticas comerciais das empresas que associam as suas marcas ao tema da sustentabilidade, particularmente no que respeita à vertente ambiental, utilizando as denominadas “alegações ambientais” com o objetivo de incentivar a adoção de boas práticas de consumo, conscientes e esclarecidas.

O guia informativo apresenta orientações destinadas aos operadores económicos que visam sensibiliza-los para a adequada promoção dos seus bens e serviços sempre que recorram a alegações ambientais, por forma a não induzir os consumidores em erro, evitando-se o chamado ecobranqueamento ou “greenwashing”, optando-se por menções verdadeiras, claras, precisas e relevantes, devidamente baseadas em factos científicos e comprováveis. Adicionalmente, este documento apresenta informações destinadas aos consumidores com enfoque na temática das alegações ambientais utilizadas no marketing e na publicidade.

O Secretário de Estado do Comércio, Serviços e Defesa do Consumidor, João Torres, considera que “Este trabalho é muito relevante, atendendo a que temos vindo a assistir a alterações significativas nos hábitos dos cidadãos, cujas opções de consumo traduzem cada vez mais as suas preocupações relativamente às implicações ecológicas dos produtos que adquirem. Por outro lado, conscientes desta realidade, os operadores económicos optam por associar crescentemente as suas marcas à salvaguarda ambiental, pelo que é importante capacitar e sensibilizar, amplamente, para a importância da transmissão de informações verdadeiras e claras, evitando-se a proliferação de alegações ambientais imprecisas.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin