Ministério das Infraestruturas dá orientação à IP para que assegure o reconhecimento dos direitos dos vigilantes

O Ministério das Infraestruturas e da Habitação emitiu uma orientação à Infraestruturas de Portugal (IP) para que se garanta que as entidades por si contratadas cumprem escrupulosamente e sem margem para dúvidas o disposto no artigo 285º do Código de Trabalho.

Em causa está a contratação de serviços de Segurança e Vigilância Humana pela IP, realizada em 2019, na qual a empresa vencedora não estará a cumprir integralmente o regime laboral relativo à transmissão de empresa ou estabelecimento.

O artigo 285.º do Código de Trabalho prevê que com a transmissão de empresa ou estabelecimento os trabalhadores transmitidos a quem venceu o concurso mantêm todos os direitos contratuais e adquiridos, nomeadamente retribuição, antiguidade, categoria profissional e conteúdo funcional e benefícios sociais adquiridos.

No caso deste procedimento não ser escrupulosamente cumprido, o Ministério recomenda à IP que diligencie no sentido de não celebrar os contratos em causa sem que esteja assegurado o efetivo cumprimento dos citados dispositivos legais ou, caso os mesmos já tenham sido celebrados, promova a sua resolução.

Recomendou-se ainda à IP que, em futuros procedimentos de contratação pública, seja promovida a inclusão de cláusulas que exijam expressamente a necessidade de cumprimento do disposto no artigo 285.º do Código do Trabalho, sempre que se trate de situações de transmissão de estabelecimento, nomeadamente nos casos dos contratos relativos a serviços de vigilância. E que discrimine, ainda, positivamente empresas que não tenham sido condenadas em sede contraordenacional pela prática de contraordenações laborais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Presidente da Guiné-Bissau pede melhor tratamento para guineenses em Cabo Verde

Presidente da Guiné-Bissau pede melhor tratamento para guineenses em Cabo Verde

O chefe de Estado da Guiné-Bissau, Umaro Sissoco Embaló, considerou “inaceitável” que houvesse rumores de guineenses barrados à entrada dos aeroportos em Cabo Verde, país onde se…
Timor-Leste: Dirigentes querem demissão de vice-primeira-ministra

Timor-Leste: Dirigentes querem demissão de vice-primeira-ministra

Dirigentes políticos timorenses defenderam nesta sexta-feira, 09 de julho, que a vice-primeira-ministra, Armanda Berta dos Santos, deveria demitir-se por motivos de “ética política”.  A…
Guiné Equatorial: Governo debate crise do setor agropecuário

Guiné Equatorial: Governo debate crise do setor agropecuário

O Vice-Presidente da República da Guiné Equatorial, Teodoro Nguema Obiang Mangue, instruiu o Ministério da Agricultura, Florestas e Meio Ambiente para que apresentasse urgentemente um plano…
Revista de Imprensa Lusófona de 09 de julho de 2021

Revista de Imprensa Lusófona de 09 de julho de 2021

A “Carta de Moçambique” noticia que o “Preço de travessia Palma-Pemba sobe em mais de 60%”. De acordo com “O País”,…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin