Nacional | Sociedade

Motoristas recusam a proposta do Governo e mantêm greve

(c) IADE-Michoko, Pixabay

O Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP) rejeitou a proposta de mediação proposta pelo Governo e mantêm a greve agendada para o próximo dia 12.

Pedro Pardal Henriques, porta-voz do Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP), garantiu esta terça-feira que os motoristas vão recusar a proposta do Governo de acionar um mecanismo legal de mediação para desconvocar a greve, pelo que a paralisação se mantém.

“A greve só depende da ANTRAM. Têm até sexta-feira para dizer se querem ou não que se faça greve”, apontou o responsável.

Entretanto a ANTRAM voltou a reafirmar hoje que não pretende negociar com o Sindicato Independente dos Motoristas de Mercadorias (SIMM), e o Sindicato Nacional de Motoristas de Matérias (SNMMP)

O Governo anunciou na segunda-feira que tinha proposto um novo começo nas negociações entre os motoristas e os patrões. Para isto, pretendia acionar um “mecanismo legal de mediação”.

Caso essa mediação falhe, é a Direção Geral do Emprego e das Relações do Trabalho (DGERT) que avança com “uma proposta de convenção coletiva de trabalho”. A condição para que tudo isto avance é a de que os sindicatos retirem a greve.

 

Temas: Nacional | Greve | Sociedade | Transportes

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo