Nacional | Sociedade

Mulher suspeita de deitar bebé ao lixo é sem-abrigo e tem 22 anos

A Polícia Judiciária (PJ) anunciou esta sexta-feira, em comunicado, a detenção de uma mulher de 22 anos, suspeita de ser a mãe do bebé encontrado na terça-feira num contentor do lixo em Santa Apolónia por um sem-abrigo.

A jovem, que vive na rua, não tem antecedentes criminais, estava sozinha quando foi encontrada e não resistiu à detenção.

Na nota, a PJ relata que identificou, localizou e deteve uma mulher, de 22 anos de idade, “por fortes indícios da prática de homicídio qualificado, na forma tentada, vitimando uma criança do sexo masculino, recém-nascido, e seu filho”.

A detida trata-se “de uma pessoa que vive em condições precárias na via pública” e que terá sido “a única autora do crime”. Segundo as autoridades, no momento da detenção a mulher estava consciente, sem perturbações mentais, não apresentando sinais de consumo de drogas.

O recém-nascido, do sexo masculino, foi encontrado na terça-feira por um sem-abrigo num caixote do lixo pouco depois do parto perto da discoteca Lux, em Santa Apolónia, e entregue aos cuidados do INEM.

O bebé apresentava sinais de hipotermia grave e tinha ainda vestígios de sangue e parte do cordão umbilical. Neste momento encontra-se fora de perigo e poderá ter alta dentro de 48 horas.

 

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo