Portugal: Presidente da Casa do Brasil apresenta candidatura à Câmara Municipal da Covilhã

João Morgado, escritor covilhanense e presidente da Casa do Brasil e Terras de Cabral, com sede em Belmonte, apresentou, no último dia 4 de julho, a sua candidatura à Câmara Municipal da Covilhã. O evento decorreu num dos auditórios da Banda da Covilhã e contou com público reduzido, em virtude da pandemia de Covid-19.

“Hoje, estamos aqui para apresentar uma candidatura com uma real vontade de mudar o rumo do concelho. Uma candidatura cívica que apresentará gente nova, uma renovação das caras políticas numa verdadeira cultura de real compromisso com as pessoas e a pensar nas novas gerações. Gente que foi chamada para dar corpo a este projeto, não por estar enfileirada nos partidos, mas por ter dado provas credíveis na sua vida de trabalho”, explicou João Morgado, que será apoiado pelo Partido da Terra, pelo Partido Popular Monárquico e pelo partido Aliança.

João Morgado sublinhou ser “um filho de um casal de operários têxteis que me criaram com muito amor e dedicação e sou também, filho desta terra, deste concelho. Aqui estudei, no Liceu e na UBI. Aqui trabalhei. Entre outras coisas, fui operário têxtil, jornalista, empresário, formador. Aqui escrevi os livros que me projetaram em Portugal e que, com orgulho, vejo agora com edições no estrangeiro, levando o meu nome, mas também o nome da Covilhã. Aqui constituí a minha família. É aqui que continuo a trabalhar em prol da cidade e da região, dando o meu contributo em Associações como a RUDE, a Mutualista Covilhanense, a Casa do Brasil e Terras de Cabral, a Câmara
de Comércio da Região das Beiras. (…) Chegou o tempo de percebermos que votar nos mesmos de sempre nos vai levar aos mesmos resultados de sempre”.

“Temos uma indústria, uma montanha – que é um grande destino turístico, uma universidade prestigiada, um hospital universitário, uma localização privilegiada. Falta-nos um poder político com uma visão de futuro, uma estratégia, uma liderança. É preciso atrair investidores que precisem de licenciados, de doutores e engenheiros, atraindo empresas que precisem de mão-de-obra qualificada e bem-paga, criando assim um complexo industrial multifacetado e forte e tudo isto irá dinamizar todos os outros sectores, o imobiliário, o comércio, a restauração, as economias socias e as indústrias culturais – que são tão importantes.”

“O objetivo para os próximos quatro anos será criar uma estrutura empresarial que promova cinco mil empregos. A Câmara municipal, comigo terá uma “via verde” entre o presidente e os investidores, pois os investidores são prioritários”, definiu João Morgado, que mencionou ainda ser “urgente uma agenda estratégica comum na Cova da Beira” e que, caso seja eleito, uma das primeiras metas será “reduzir a fatura da água em 35%”, além de implementar a figura de um “vereador com o pelouro da UBI”.

João Morgado apresentou Carlos Pinto, ex-autarca da Covilhã, como o mandatário da sua campanha e revelou que o advogado Fernando Pinheiro será o líder da lista para a Assembleia Municipal. Por sua vez, António Rebordão foi apresentado como Provedor do Idoso.

One Comment

  1. Manuel Aparício

    O Homem certo na hora certa…
    Um profundo conhecedor da cidade e da região, que leva bem longe o nome da Covilhã em todo o mundo com a sua palavra escrita e entrevistas que nos prendem até ao ultimo segundo.
    Um Homem com carisma, competência e vontade de fazer e mudar para melhor o rumo desta bela cidade serrana, sei que saberá enconrrar nas “descidas” o balanço e energia suficiente para “subir e transpôr” sem medos as dificuldades que encontrará no mandato.
    Sei que saberá fazer história e que o Covilhanenses saberão reconhecer em si “o Homem certo na hora certa” para a presidência da Camara Municipal da Covilhã.
    Vamos todos ajudar João Morgado a ser eleito Presidente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Timor-Leste: Parlamento Nacional retoma atividades

Timor-Leste: Parlamento Nacional retoma atividades

O Parlamento timorense retomou as atividades nesta quarta-feira, 15 de dezembro, depois do recesso de mais de um mês. Deu-se…
Revista de Imprensa Lusófona de 15 de setembro de 2021

Revista de Imprensa Lusófona de 15 de setembro de 2021

Em Portugal o “Público” destaca o título “Autárquicas 2021: Mais de 80% dos presidentes de câmara recandidatam-se, metade entra no…
Noruega abre duas novas áreas offshore para captura e armazenamento de carbono

Noruega abre duas novas áreas offshore para captura e armazenamento de carbono

O governo norueguês lançou duas novas áreas para injeção e armazenamento de dióxido de carbono na plataforma continental norueguesa. O…
Angola: Partidos passam a assumir despesas da fiscalização do registo eleitoral

Angola: Partidos passam a assumir despesas da fiscalização do registo eleitoral

O diretor nacional para o Registo Eleitoral Oficioso, Fernando Paixão, informou que os partidos políticos terão de assumir as despesas…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin