Nacional | Politíca

Primeiro-ministro afirma nunca ter tido “qualquer suspeita” sobre José Sócrates

Primeiro-ministro de Portugal, António Costa

O primeiro-ministro português, António Costa, garantiu esta quinta-feira, 11 de julho, na TVI24, que nunca teve “qualquer suspeita” em relação ao antigo primeiro-ministro José Sócrates, nem enquanto ocupou o referido cargo, nem depois.

A declaração vem na sequência de uma emissão especial do programa “Circulatura do Quadrado”, em que José Pacheco Pereira falou sobre o tema da corrupção e conduziu o debate para a forma como o PS permitiu “carreiras” como a do antigo primeiro-ministro, agora suspeito na Operação Marquês.

“O PS falhou redondamente nos últimos anos” no combate à corrupção, desde logo dentro do próprio partido, afirmou Pacheco.

Em resposta, Costa disse que “a corrupção tem de ser combatida dentro e fora dos partidos, em qualquer circunstância”, tendo enaltecido a maneira como, já consigo na liderança, “o PS teve a noção absolutamente clara de separar aquilo que era política daquilo que era a justiça” no caso Sócrates. “Tão clara, que o próprio decidiu afastar-se do PS”, salientou.

“Tenho certeza de que no PS as pessoas não conheciam os factos que têm vindo a público”, acrescentou ainda em defesa do partido que representa e em sua própria defesa. “Nos dois anos em que fui ministro de José Sócrates nunca tive nenhum sinal que me levantasse a menor suspeita sobre o seu comportamento, nem depois disso tive qualquer suspeita, até ao momento em que começou a haver as notícias que todos conhecemos”, assegurou.

No entanto, sublinhou que não fará “o julgamento popular do engenheiro José Sócrates” e que serão tiradas ilações “quando forem concluídos os processos judiciais” sobre o visado. Frisou também que “se alguma vez tiver alguma suspeita de alguma situação de corrupção dentro do PS ou fora do PS”, irá cumprir “o que é dever cívico de qualquer um: denunciar às atividades”.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo