Portugal: APDSI e Piaget lançam inquérito nacional sobre o voto eletrónico

A APDSI (Associação Portuguesa para o Desenvolvimento da Sociedade de Informação) está a promover, em parceria com o Instituto Piaget, um inquérito a nível nacional sobre o que pensam os portugueses relativamente ao voto eletrónico.

Lançado no passado dia 5 de maio, o inquérito, realizado em formato online, estará aberto até ao próximo dia 21 de maio. O objetivo é avaliar da adesão e confiança dos cidadãos no voto eletrónico, de forma a disponibilizar informação útil aos vários agentes e poderes públicos com interesse no tema, seja o Governo e Assembleia da República, os partidos políticos, a Comissão Nacional de Eleições, as universidades e respetivos centros de investigação, ou entidades que desenvolvem tecnologia para o voto eletrónico.

Se tivesse a possibilidade de escolher entre o voto presencial e o voto eletrónico, qual escolheria? Concorda com o voto eletrónico em mobilidade (por telemóvel, tablet ou computador)? Ou acha que é um risco desnecessário de correr que fragiliza a democracia? Acha que é mais fácil a fraude com votos que ficam numa urna num ginásio ou num centro de dados? Estas e outras questões são objeto do inquérito que é, na realidade, um desafio lançado aos portugueses com vista a conhecer a sua opinião sobre o tema.

Os resultados desta pesquisa serão apresentados publicamente no próximo dia 27 de maio, num evento online promovido pela APDSI, a realizar através da plataforma zoom, a partir das 18 horas.

Em Portugal, e até ao momento, foram desenvolvidas quatro experiências de voto eletrónico, todas elas não vinculativas. A nível internacional, a Estónia e o Brasil são dois dos casos mais conhecidos de implementação do voto eletrónico, tal como os Estados Unidos no que diz respeito às primárias republicanas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *



Artigos relacionados

Estreia "Calígula morreu. Eu não" no D. Maria II, uma coprodução que junta Portugal e Espanha

Estreia "Calígula morreu. Eu não" no D. Maria II, uma coprodução que junta Portugal e Espanha

“Calígula morreu. Eu não“, espetáculo com encenação de Marco Paiva e texto da dramaturga espanhola Clàudia Cedó, chega à Sala…
Moçambique: Governo promete igualdade de género

Moçambique: Governo promete igualdade de género

O Governo moçambicano reiterou o compromisso de trabalhar para garantir a igualdade de género no país, em conjunto com todos os intervenientes sociais. O foco, disse,…
Deputado Paulo Porto dedica mensagem à diáspora portuguesa

Deputado Paulo Porto dedica mensagem à diáspora portuguesa

O deputado Paulo Porto, eleito pelo círculo de fora da Europa, gravou uma mensagem para a diáspora portuguesa em virtude…
Timor-Leste sofre subida de denúncias de violência de género

Timor-Leste sofre subida de denúncias de violência de género

Os casos de violência de género reportados à justiça quase duplicaram em Timor-Leste, tendo estas denúncias sido feitas em vários municípios. Isto acontece depois…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin