Portugal desenvolve máscara que inativa o coronavírus

Portugal desenvolveu uma máscara que inativa o coronavírus. A nova máscara conhecida como MOxATech é desenvolvida por várias empresas portuguesas e centros científicos e académicos.

A capacidade de inativar o vírus está avaliada pelo Instituto de Medicina Molecular João Lobo Antunes de Lisboa (iMM) e a sua eficácia já foi comprovada por uma série de testes realizados pelo iMM.

Este equipamento de proteção, que possui um revestimento que neutraliza o vírus quando entra em contato, foi desenvolvido graças à colaboração entre o fabricante têxtil Adalberto, a empresa MO, a Sonae Fashion, o centro de tecnologia CITEVE, o iMM e a Universidade do Minho.

“Demonstram uma inativação efetiva do SARS-CoV-2 mesmo após 50 lavagens, observando uma redução viral de 99% após uma hora de contato com o tecido”, disse o virologista do iMM Pedro Simas.

Antes do iMM confirmar a eficácia na inativação do vírus Covid-19, o Institut Pasteur de Lille em França já havia testado com sucesso as suas características antimicrobianas contra o vírus H1N1, o tipo Corona e o rotavírus.

Embora agora estejam à venda apenas nas lojas da marca portuguesa MO, disponíveis em toda a União Europeia, o projeto foi aberto à comunidade para que outras marcas em Portugal e no exterior possam distribuí-las.

One Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *



Artigos relacionados

Guiné Equatorial: Vice-Presidente preocupado com desemprego juvenil

Guiné Equatorial: Vice-Presidente preocupado com desemprego juvenil

O Vice-Presidente da Guiné Equatorial, Teodoro Nguema Obiang Mangue, partilhou a sua preocupação relativamente ao desemprego juvenil no país. Tendo em conta esta situação, falou…
Revista de Imprensa Lusófona de 16 de junho de 2021

Revista de Imprensa Lusófona de 16 de junho de 2021

Em Portugal o “Público” noticia que o “PS lança novo portal que permite pagamento de quotas e adesões online”. De acordo com o…
As primeiras memórias podem começar aos dois anos e meio

As primeiras memórias podem começar aos dois anos e meio

Em média, as primeiras memórias que as pessoas podem recordar remontam a quando tinham apenas dois anos e meio de…
Angola: Suspensão da dívida ao estrangeiro poupa USD 300 milhões

Angola: Suspensão da dívida ao estrangeiro poupa USD 300 milhões

A ministra das Finanças de Angola, Vera Daves, informou que o mais recente pedido de suspensão da dívida por parte do país a parceiros…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin