Portugal é o segundo país da UE que acolhe mais crianças e jovens refugiados da Grécia

Segundo o Portal do governo, Portugal acolheu, no passado dia 11 de outubro, mais um grupo de três jovens não acompanhados provenientes dos campos de refugiados na Grécia, sendo o segundo Estado Membro da União Europeia  que recebeu mais crianças e jovens estrangeiros não acompanhados (CJENA) vindos da Grécia.

Com este grupo de jovens agora acolhido por Portugal, a Comissão Europeia (CE) atinge o número simbólico de 5000 recolocados em países europeus oriundos de campos de refugiados na Grécia, num esforço que se iniciou em março de 2020, na sequência de um apelo do governo grego.

Portugal desempenhou desde o início deste processo um papel decisivo para os compromissos assumidos pela CE, acolhendo até hoje um total de 286 crianças e jovens não acompanhados deste programa.

O acolhimento, através de uma rede de parceiros composta por entidades da sociedade civil e por municípios, tem na sua base um modelo concebido especificamente para o efeito de que faz parte a formação às equipas, garantida, também, por organizações internacionais – ACNUR, OIM e UNICEF.

Esta intervenção representa o garante da promoção e da proteção dos direitos das crianças e jovens maioritariamente entre os 10 e os 18 anos, sobretudo do sexo masculino. As nacionalidades mais representativas são a afegã, a paquistanesa e a egípcia.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Moçambique: FMI prevê elevado crescimento do crédito à economia

Moçambique: FMI prevê elevado crescimento do crédito à economia

O Fundo Monetário Internacional (FMI) estima um crescimento considerável do crédito à economia em 2023 para Moçambique.  Se isso se…
Angola: Governo entrega proposta do OGE 2023 até 15 de dezembro

Angola: Governo entrega proposta do OGE 2023 até 15 de dezembro

O Governo angolano assegurou nesta quinta-feira, 24 de novembro, que vai entregar a proposta do Orçamento Geral do Estado (OGE)…
Cabo Verde regista três casos da sub-linhagem da variante Ómicron “BQ.1.1”

Cabo Verde regista três casos da sub-linhagem da variante Ómicron “BQ.1.1”

Segundo a Ministra da Saúde de Cabo Verde, Filomena Gonçalves, desde o início de novembro houve um pequeno aumento dos…
Portugal reconhece qualificações académicas de 100 refugiados ucranianos

Portugal reconhece qualificações académicas de 100 refugiados ucranianos

A Direção-Geral do Ensino Superior (DGES) de Portugal já reconheceu as qualificações académicas de cerca de 100 cidadãos ucranianos desde…