Portugueses refinanciam-se para sobreviver à Covid-19

Um inquérito da plataforma nacional Fixando revelou que 39% dos portugueses está com dificuldades no pagamento dos seus créditos. Destes inquiridos, 52% refere dificuldades em cumprir com as prestações do crédito pessoal, 28% do crédito à habitação e 19% do crédito automóvel.

O inquérito realizado junto de 18.000 pessoas entre os dias 15 a 24 de maio, conclui que 10% da amostra já teve de recorrer a novos empréstimos para suprir as contas e obrigações mensais, relacionadas com habitação (50%), compra de bens essenciais (25%) e pagamentos de contas de empresa (22%).

Os empréstimos contraídos foram em 62% para valores inferiores a cinco mil euros, enquanto 26% foram entre os cinco mil e os vinte cinco mil euros.

Dos inquiridos, 45% diz não estar a trabalhar e, desses, 76% não está a receber qualquer rendimento. Desta percentagem, 41% assume mesmo que não terá dinheiro no espaço de 30 dias, enquanto 17% consegue sobreviver por 2 meses.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Teatro da Trindade estreia "Nuvem"

Teatro da Trindade estreia "Nuvem"

O espetáculo “Nuvem”, de Carlos Manuel Rodrigues, vencedor da 4ª Edição do Prémio Miguel Rovisco – Novos Textos Teatrais, estreia…
Cabo Verde: Edil da Câmara da Praia quer Polícia Municipal em 2023

Cabo Verde: Edil da Câmara da Praia quer Polícia Municipal em 2023

O presidente da Câmara Municipal da Praia (CMP), Francisco Carvalho, disse estar “expectante” com a implementação da Polícia Municipal em…
STP: 4 detidos morrem no quartel militar

STP: 4 detidos morrem no quartel militar

Quatro cidadão são-tomense que se encontravam detidos no quartel militar, depois da tentativa de invasão falhada, morreram na passada sexta-feira,…
Angola recebeu auxílio de USD 246 mil do Japão para desminagem

Angola recebeu auxílio de USD 246 mil do Japão para desminagem

O Governo japonês investiu mais de 246.900 dólares em ações de desminagem na província do Cuanza Sul, segundo o Embaixador do…