Revista de Imprensa Lusófona de 02 de dezembro de 2021

capa da Revista de Imprensa Lusófona

capa da Revista de Imprensa Lusófona

Em Portugal o “Expresso” informa que “Quase uma centena de petições vai transitar para a nova legislatura”. O “Público” noticia “Covid-19: Como as empresas, parlamentos europeus preparam planos de teletrabalho”. 

A “Carta de Moçambique” cita o escritor Mia Couto, que afirma que o “Fecho de fronteiras é como um ‘novo apartheid’”. A “Folha de Maputo” refere que o “PR [Presidente da República] Nyusi prorroga mandato do Comandante-Geral da PRM [Polícia da República de Moçambique]”.  

Na Guiné-Bissau o partido “PAIGC suspende Suzi Barbosa por cinco anos”, indica a “ANG”. Já “O Democrata” cita o presidente em exercício do PRS, Nicolau dos Santos, que declara que o “PRS analisará a preocupação do chefe de Estado sobre a evolução da terceira vaga da pandemia”. 

A “Agência Brasil” escreve que o “Plenário do Senado aprova indicação de André Mendonça ao STF [Supremo Tribunal Federal]”. No jornal “O Globo” pode ler-se que “Grupo aprova relatório que criminaliza disseminação em massa de fake news e inclui proteção a parlamentares”. 

Em São Tomé e Príncipe o “Jornal Transparência” destaca que o “Governo Francês entrega kits de despistagem da cocaína a São Tomé e príncipe”. Segundo o “Jornal Tropical”, “São Tomé e Príncipe não atualiza dados de VIH/SIDA há 7 anos por falta de financiamento”. 

O “Jornal de Angola” menciona que o “Congresso da UNITA inicia hoje”. De acordo com o “Club-K”, o pré-candidato à liderança do MPLA “António Venâncio entra com ação cautelar de impugnação do Congresso do MPLA”. 

A “Inforpress”, agência de notícias de Cabo Verde, partilha que o “Governo vai transformar a Direcção Geral do Trabalho em autoridade com maior autonomia”. No jornal “A Nação” lê-se que o “GAO [Grupo de Apoio Orçamental] alerta para riscos fiscais de Cabo Verde no próximo ano”. 

O site do Governo de Timor-Leste publica que “Timor-Leste reduz burocracia e agiliza processos de comércio internacional”. A “Tatoli” avança que o “OGE [Orçamento Geral do Estado] para 2022 será financiado com 150 milhões de dólares de receitas domésticas”.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Angola: TAAG vai receber cinco aviões novos até ao final de 2024

Angola: TAAG vai receber cinco aviões novos até ao final de 2024

A companhia TAAG Linhas Áreas de Angola vai receber cinco novos aviões até ao final de 2024.   Estas novas…
Brasil: Escritor português integra festival literário brasileiro que aposta na “equidade”

Brasil: Escritor português integra festival literário brasileiro que aposta na “equidade”

O Festival Literário Internacional de Araxá (Fliaraxá), que terá lugar entre os dias 19 e 23 de junho, no município…
Cabo Verde: Preço dos combustíveis baixam 6 % em junho

Cabo Verde: Preço dos combustíveis baixam 6 % em junho

A Autoridade Reguladora Multissectorial da Economia (ARME) divulgou que os preços máximos dos combustíveis ficaram mais baratos em média 6%…
Moçambique quer angariar USD 80 mil milhões para transição energética

Moçambique quer angariar USD 80 mil milhões para transição energética

Moçambique está a tentar mobilizar 80 mil milhões de dólares americanos para pôr em prática a estratégia de transição energética…