Revista de Imprensa Lusófona de 02 de março de 2022

capa da Revista de Imprensa Lusófona

capa da Revista de Imprensa Lusófona

“Sissoco manifesta interesse da Guiné-Bissau para mediar conflito entre a Rússia e Ucrânia” e “Juventude de partidos políticos conjuga sinergias para a ‘reforma’ de política guineense” são dois dos temas divulgados pelo jornal “O Democrata”, na Guiné-Bissau

“Timor-Leste participa na 49.ª sessão do Conselho de Direitos Humanos” e “Timor-Leste e Sri Lanka estabelecem relações diplomáticas” são dois dos temas partilhados pela “Tatoli”, em Timor-Leste

Em Moçambique pode ler-se no jornal “O País” que a “Guerra na Ucrânia não afecta relações entre Rússia e Moçambique”. A “Folha de Maputo” avança que a “SADC lança Centro Regional de Combate ao Terrorismo em Moçambique”. 

Sobre Cabo Verde a “Inforpress” noticia “Deputados ao Parlamento do MpD visitam Parque Tecnológico de Cabo Verde”. O “Expresso das Ilhas” escreve que “Cabo Verde e Suíça acordam facilitar vistos de curta duração”. 

A “STP-Press”, agência de notícias de São Tomé e Príncipe, destaca que o “Governo aprova taxa de entrada de 20 Euros a todos cidadãos estrangeiros que visitam São Tomé e Príncipe”. O “Jornal Tropical” publica “PM [Primeiro-ministro] são-tomense pede ponderação para encontrar salário mínimo”. 

Quanto a Portugal, o “Público” informa que a “Direcção do CDS e Nuno Melo em conflito por causa das contas”. Segundo o “Diário de Notícias”, o “Livre vai ter pela primeira vez duas listas candidatas à direção nacional”. 

De acordo com o “Jornal de Angola”, os partidos “BD e APN têm menos agentes no Registo Eleitoral Oficioso”. No “Correio da Kianda” lê-se “ACJ [Adalberto Costa Júnior] preocupado com morosidade e silencio do Tribunal Constitucional em reconhecer Congressos dos partidos”. 

No Brasil “O Globo” tem em manchete “Indicação para vice na chapa de Bolsonaro abre disputa entre Centrão, militares e evangélicos”. A “Folha de S.Paulo” tem em destaque o título “Moro, Doria, Tebet e d’Avila fazem manifesto pró-Ucrânia e cobram Bolsonaro”.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Goa: Membro da Assembleia Legislativa junta esforços pelo meio ambiente

Goa: Membro da Assembleia Legislativa junta esforços pelo meio ambiente

Sankalp Amonkar, membro da Assembleia Legislativa de Goa, apelou a nove vereadores da Assembleia para se juntarem a ele na…
Angola considerado país "não livre" pela Freedom House

Angola considerado país "não livre" pela Freedom House

Angola está entre os países considerados “não livre” no respeito pelos direitos políticos e liberdades civis, de acordo com a…
Macau: Quase 26 mil não residentes foram contratados nos últimos 12 meses

Macau: Quase 26 mil não residentes foram contratados nos últimos 12 meses

Os dados divulgados, esta semana, pela Direção dos Serviços para os Assuntos Laborais, indicam que as empresas de Macau contrataram…
FMI prevê que economia de Timor-Leste deverá crescer 3,5% em 2024

FMI prevê que economia de Timor-Leste deverá crescer 3,5% em 2024

O Fundo Monetário Internacional (FMI) prevê que a economia timorense vá crescer 3,5% neste ano de 2024, de acordo com…