capa da Revista de Imprensa Lusófona

Revista de Imprensa Lusófona de 03 de Outubro de 2018

Em Moçambique “198 radicais vão ser julgados em Cabo Delgado” destaca “O País” que precisa que “Trata-se de pessoas alegadamente com ligações aos ataques que desde o ano passado aterrorizam algumas regiões de Cabo Delgado e que serão julgadas por crimes relacionados com as acções radicais protagonizadas naquela província”.

“Praia: Tribunal manda para cadeia dois indivíduos acusados de tráfico de mais de 14 Kg de droga”, tem em destaque esta quarta-feira o portal do jornal “A Semana” em Cabo Verde. As detenções “ocorreram na sequência de uma apreensão de catorze quilos, cento e setenta e quatro gramas (14.174) de Cannabis, ocorrida no passado mês de Maio. A droga era remetida da ilha de Santiago para São Vicente, dissimulada em bagagens”, explica o mesmo jornal.

Em São Tomé e Príncipe o portal de notícias “Téla Nón” informa que “CPLP envia Missão de Observação Eleitoral às Eleições em São Tomé e Príncipe” e acrescenta que a Missão de Observação Eleitoral (MOE) da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) é chefiada por Zacarias Albano da Costa, antigo ministro dos Negócios Estrangeiros de Timor-Leste, e vai acompanhar o encerramento da campanha eleitoral, o dia da eleição e o apuramento parcial. As Eleições Legislativas, Autárquicas e Regional no arquipélago estão marcadas para 7 de Outubro.

O Partido da Renovação Social (PRS) e o Partido Africano para a Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC) afirmaram “é possível realizar legislativas a 18 de Novembro, mas é preciso que todos os eleitores sejam recenseados”, avança o jornal “O Democrata” na Guiné-Bissau.

“A 5 dias da eleição, Alckmin perde aliados para Bolsonaro” tem na primeira página “O Estado de S. Paulo” no Brasil. “O Globo” avança que “Bolsonaro conquista votos em redutos do lulismo e do PT”.

Em Portugal “Crianças até 12 anos deixam de pagar nos transportes públicos” informa o “Jornal de Notícias”. O portal do “Diário de Notícias” dá conta que na discriminação racial “Há duas vezes mais queixas mas condenações são poucas e brandas”.

O presidente de Angola, João Lourenço, “exonerou ontem, por conveniência de serviço, Valentim de Chantal Matias no cargo de secretário de Estado do Ministério da Saúde para a aérea hospitalar. Nomeou para o seu lugar Leonardo Europeu Inocêncio”, informa “O País”. O “Jornal de Angola” tem em manchete “Executivo sobe limites nas despesas públicas”.

A página web institucional da Guiné Equatorial dá conta que a 04 de Outubro vai iniciar uma Conferencia Internacional sobre o Gás em Sipopo e que o acto inaugural contará com a presença do presidente Obiang Nguema.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

STP: MLSTP acredita na vitória nas eleições

STP: MLSTP acredita na vitória nas eleições

O Presidente do Movimento de Libertação de São Tomé e Príncipe/Partido Social Democrata (MLSTP/PSD) Jorge Bom Jesus, acredita numa “vitória”…
STP: Acabou a campanha para as eleições do próximo dia 25

STP: Acabou a campanha para as eleições do próximo dia 25

Terminou esta sexta-feira em São Tomé e Príncipe, a campanha eleitoral para as eleições legislativas, autárquicas e regionais marcada para…
Angola: Remessas dos portugueses no país sobem 37,5%

Angola: Remessas dos portugueses no país sobem 37,5%

As remessas da diáspora portuguesa em Angola aumentaram 37,5% em julho, o que significa 41,3 milhões de euros. Estes são…
Cabo Verde: Dívida pública atingiu 152,5% do PIB

Cabo Verde: Dívida pública atingiu 152,5% do PIB

O Ministério das Finanças de Cabo Verde indica que o ‘stock’ da dívida pública aumentou, até julho, 152,5% do Produto Interno…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin