capa da Revista de Imprensa Lusófona

Revista de Imprensa Lusófona de 09 de Outubro de 2018

Modernização das FAA [Forças Armadas Angolanas] é um imperativo para prevenir ameaças externas” disse o Chefe do Estado-maior, General Egídio de Sousa e Santos “Disciplina”, tem na primeira página o “Jornal de Angola”.

Em Moçambique “O País” dá conta “Exxon Mobil com luz verde para pesquisa de petróleo no país” e precisa que “O governo e a petrolífera americana assinaram ontem [08 de Outubro] os contratos que viabilizam o arranque dos trabalhos de pesquisa em três blocos de Angoche e Delta do Zambeze”.

“O Estado de S. Paulo” no Brasil informa que “Novo Congresso e Jair Bolsonaro no segundo turno levam investidores a apostar em reformas económicas”. O jornal “O Globo” avança que “Bolsonaro e Haddad prometem respeitar a Constituição de 1988”.

Com o objectivo de reforçar sectores e regiões em Portugal onde falta mão-de-obra, “Governo quer refugiados a trabalhar na agricultura e no turismo” destaca o “Jornal de Noticias”. O portal do “Diário de Notícias” refere que “FMI prevê maior abrandamento económico desde a crise de 2012”.

“Rajadas de Kalashnikov e carro em chamas na Comissão Eleitoral Distrital de Água Grande” dá conta o portal de notícias em São Tomé e Principe “Téla Nón”. “A sede da Comissão Eleitoral Distrital de Água Grande, foi palco de tumultos. Tudo segundo relatos de populares, por causa da decisão da Juíza Natacha Amado Vaz, da comissão de apuramento geral, em recontar os votos, e alegadamente ter validado alguns votos nulos, que já fizeram a ADI ganhar mais um deputado” refere a mesma publicação.

Na Guiné-Bissau o primeiro-ministro, Aristides Gomes, convidou esta segunda-feira, 08 Outubro 2018, os partidos sem assento parlamentar “a título excepcional” a “indicarem três representantes para integrarem a comissão de acompanhamento do recenseamento eleitoral”, avança “O Democrata”.

Em Cabo Verde, o jornal “A Nação” destaca que “OE2019: MpD encoraja Governo a ultrapassar a cifra dos 7% ao nível do crescimento económico”. O partido Movimento para a Democracia (MdP) avaliou que o país está num bom caminho, “com passos significativos que vêm sendo dados a nível das Finanças Públicas e da boa execução do Orçamento do Estado”.

Enquanto a Guiné Equatorial se prepara para celebrar o 50º Aniversário da Independência Nacional, o “Ministro dos Negócios Estrangeiros recebe novo Embaixador de Yibuti“, informa a página web institucional do país. “As Repúblicas da Guiné Equatorial e Yibuti estão preparados para caminhar juntos e promover, como princípio básico, o fortalecimento das relações que são cada vez mais sólida e frutífera”, refere.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Angola: Moco diz que MPLA receia enfrentar Costa Júnior

Angola: Moco diz que MPLA receia enfrentar Costa Júnior

O ex-primeiro-ministro angolano e militante do MPLA, Marcolino Moco, afirmou que o partido no poder, tal como o líder João…
Moçambique quer fortalecer cooperação com STP na Educação

Moçambique quer fortalecer cooperação com STP na Educação

A Embaixadora de Moçambique em São Tomé e Príncipe, Osvalda Joana, partilhou a vontade do país que representa em reforçar…
Cabo Verde: PAICV quer vencer as seis câmaras municipais de Santiago Norte em 2024

Cabo Verde: PAICV quer vencer as seis câmaras municipais de Santiago Norte em 2024

A presidente da Comissão Política Regional do PAICV em Santiago Norte, Carla Carvalho, afirmou que o “grande desafio” do mandato…
Portugal pondera aumentar número de turmas para crianças ucranianas

Portugal pondera aumentar número de turmas para crianças ucranianas

O ministro da Educação em Portugal, Tiago Brandão Rodrigues, reafirmou nesta sexta-feira, 11 de março, que as escolas portuguesas estão preparadas…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin