Lusofonia | Notícias

Revista de Imprensa Lusófona de 10 de dezembro de 2020

capa da Revista de Imprensa Lusófona

Sobre Angola a “Angop” noticia que o “MPLA encoraja mais liberdade de expressão e manifestação”. De acordo com “O País”, a “CASA-CE detecta insuficiências no Programa de Combate à Pobreza na Baía”. 

Conselho de Ministros da CPLP [Comunidade dos Países de Língua Portuguesa] aprova projeto de mobilidade proposto por Cabo Verde”, escreve o “Expresso das Ilhas” em Cabo Verde. “Parlamento/OE [Orçamento do Estado] na especialidade: UCID pede retirada do artigo sobre despesas de deslocações”, menciona a “Inforpress”. 

Em São Tomé e Príncipe a “STP-Press” informa que há “Nova diplomata da China acreditada em São Tomé e Príncipe”. No “Jornal Transparência” pode ler-se que os “Jornalistas são-tomenses capacitam em matéria de ‘fake news’”. 

A “Carta de Moçambique” publica que os “Desafios particulares de Moçambique também dizem respeito a Portugal”. Já “O País” refere que o “Presidente da República quer Desporto livre da corrupção”. 

Na Guiné-Bissau a “ANG” divulga que a “Associação Anti-Corrupção entrega Manifesto à Assembleia Nacional Popular”. Segundo “O Democrata”, “UE [União Europeia] aberta para ajudar na promoção do potencial do futebol da Guiné-Bissau”. 

A “Agência Brasil” partilha que, “Em almoço com Bolsonaro, militares fazem balanço de ações em 2020”“O Globo” avança que o Presidente “Bolsonaro demite ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio”. 

“Líder parlamentar do PS espera que Cabrita quebre ‘silêncio ensurdecedor’ sobre homicídio no SEF [Serviço de Estrangeiros e Fronteiras]”, indica o “Expresso” em Portugal. “Demissão no SEF não chega. Oposição quer mais explicações do ministro”, lê-se no “Diário de Notícias”.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo