Lusofonia | Notícias

Revista de Imprensa Lusófona de 11 de setembro de 2019

A “STP-Press”, agência de notícias de São Tomé e Príncipe, destaca que o “Supremo dá posse a três novos juízes para Tribunal da 1ª Instância”. O “Jornal Tropical” informa que a “Clarificação dos vários processos judiciais pendentes não chegaram ao conhecimento dos são-tomenses”.

“ADSE limita financiamento de novos medicamentos oncológicos” é a manchete do “Público” em Portugal. “Despesa em saúde pública diminuiu em Portugal entre 2000 e 2017”, refere o “Jornal de Notícias”.

Sobre Moçambique “O País” escreve que o “MDM denuncia agressão física contra seus membros na campanha eleitoral”. No “Notícias Online” pode ler-se que a “Polícia registou 26 ilícitos eleitorais durante a campanha”.

Na Guiné-Bissau a “ANG” publica “PRS exige ao primeiro-ministro ‘imediata’ clarificação da situação da droga apreendida” e “CEDEAO [Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental] afasta possibilidade de realização de novo recenseamento eleitoral”.

O “Portal de Angola” cita o líder da UNITA, Isaías Samakuva, através do título “Executivo abandonou seis eixos fundamentais de desenvolvimento do país”. Segundo “O País”, o “MPLA minimiza acusações da UNITA sobre a seca no Sul do país”.

No Brasil a “Folha de S.Paulo” avança que a “Investigação da Lava Jato mira campanhas e núcleo de confiança de Dilma”. O “G1” divulga que o “Ministério do Meio Ambiente exonera superintendente do Ibama no PA [Pará]”.

A “Inforpress”, agência de notícias de Cabo Verde, partilha que o “MpD classifica de ‘pura má-fé’ alvoroço criado com a fixação da taxa única para desembaraço alfandegário”. O primeiro-ministro “Ulisses quer Conselho Consultivo da Juventude como nova atitude para o desenvolvimento”, de acordo com o “Expresso das Ilhas”.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo