Lusofonia | Notícias

Revista de Imprensa Lusófona de 12 de setembro de 2019

Em Moçambique o “CanalMoz” publica que “Morreram mais de dez pessoas por esmagamento e dezenas ficaram feridas por negligência do partido Frelimo”. Segundo o “Notícias Online”, as “Ameaças contra jornalistas preocupam MISA [Instituto de Comunicação Social da África Austral]”, um caso que tem ocorrido durante a campanha eleitoral.

A “Inforpress”, agência de notícias de Cabo Verde, informa que o “PAICV diz que Governo desmantelou Programa Casa para Todos sem ‘alternativa sobre a mesa’”. O “Expresso das Ilhas” noticia que o “PAICV quer transparência na gestão de terrenos”.

“Cada deputado ganha no mínimo 200 mil euros por mandato” no Parlamento, de acordo com o “Jornal de Notícias”, em Portugal. O “Expresso” divulga que o secretário-geral da CGTP “Arménio Carlos defende aumento do SMN [salário mínimo nacional] de 90 euros até janeiro e critica Marcelo por aprovar revisão do código do trabalho”.

Na Guiné-Bissau “O Democrata” avança que o “Conselho Nacional de Crédito exorta Governo a acelerar reformas na justiça e melhorar clima de negócio”. Já a “ANG” cita a ministra de Administração Territorial e Gestão Eleitoral, Odete Semedo, que diz que os “Cadernos Eleitorais corrigidos só serão utilizados com anuência dos candidatos às presidenciais”.

Em São Tomé e Príncipe a “STP-Press” escreve que o “IGEF [Instituto de Formação em Gestão Económica e Financeira] promove formação para técnicos da Administração Pública são-tomense” e que o “Ministro da Agricultura defende aposta na produção interna como forma de se reduzir importações”.

No Brasil o Presidente “Bolsonaro diz que determinou que CPMF [Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira] ficasse fora da reforma tributária”, destaca o “Estadão”. A manchete de hoje do jornal “O Globo” é “MP [Ministério Público] do Rio investiga Carlos Bolsonaro por uso de funcionários fantasmas”.

Sobre Timor-Leste o “Sapo Notícias” partilha “Timor-Leste com ‘interesse cada vez maior’ na cooperação com Portugal”. A “RTTL” refere que “TL [Timor-Leste] disponibiliza 300 mil dólares a Guiné-Bissau para eleição presidencial”.

O “Jornal de Angola” tem em destaque “Lucas Ngonda apela à unidade na FNLA”. Na “Angop” pode ler-se “Comandante desafia PRS a provar acusações” feitas contra os efetivos destacados na vila mineira de Calonda, segundo as quais estes maltratam e intimidam a população.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo