capa da Revista de Imprensa Lusófona

Revista de Imprensa Lusófona de 14 de janeiro de 2022

Em Portugal o “Observador” escreve “Legislativas: Partido Trabalhista Português espera eleger um deputado com programa que aposta na igualdade”. No “Diário de Notícias” pode ler-se “Embaixador impedido de visitar comunidade portuguesa em região venezuelana. ‘Lamentável’, diz Santos SIlva”. 

A “Carta de Moçambique” noticia que “Terroristas matam três pessoas em Nangade e Ibo”. Segundo “O País”, a “Presidente da AT [Autoridade Tributária] quer dinheiro do garimpo nas receitas fiscais”. 

Na Guiné-Bissau a “ANG” avança “VI Congresso do PRS / Alberto Nambeia reeleito para um novo mandato de quatro anos”. O jornal “O Democrata” refere “Juventude de APU-PDGB: ‘Na Guiné-Bissau certos políticos não merecem continuar a fazer política’”. 

Em Angola o “Club-K” informa que “Investigadores norte-americanos alertam que MPLA está a protagonizar manobras para ‘maximizar controlo’ sobre o Estado”. De acordo com a “Angop”, a “UNITA propõe lei de incompatibilidades no exercício de cargos”. 

Quanto a São Tomé e Príncipe, o “Jornal Transparência” indica que o “Parlamento de São Tomé e Príncipe corrigiu o OGE [Orçamento Geral do Estado] rejeitado por Carlos Vila Nova”. A “Téla Nón” menciona que o “PR [Presidente da República] devolveu projecto de lei do OGE 2022 à Assembleia Nacional”. 

No Brasil a manchete do jornal “O Globo” é “Presidenciáveis começam a apresentar planos para a economia; conheça as principais propostas”. Sobre as eleições presidenciais de 2022 a “Folha de S.Paulo” destaca “PSB pressiona PT para aliança Lula-Alckmin, mas enfrenta impasse regional”. 

A “Inforpress”, agência de notícias de Cabo Verde, publica “Fogo: Deputado do PAICV visita círculo com questões alfandegárias e sucessivos maus anos agrícolas em agenda”. Já “A Semana” divulga que o “Presidente cabo-verdiano alerta para ‘clima de crispação política’ no país”. 

“Ex-padre candidato às presidenciais em Timor-Leste aposta na educação”, partilha o “Sapo Notícias” em relação às eleições em Timor-Leste. Na “Tatoli” lê-se que o Presidente da República “Lu-Olo pede a Governo atenção a equipamentos da Componente Naval das F-FDTL”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

O Presidente russo, Vladimir Putin, apelou ao Exército ucraniano para que retirasse o apoio ao Governo ucraniano, o que significa…
Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kuleba, confirmou os relatos de ataques e bombardeamentos a creches e orfanatos…
Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

As autoridades russas detiveram mais de 1.800 manifestantes que se opuseram à invasão à Ucrânia.  “Nós estamos preocupados com as…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin