capa da Revista de Imprensa Lusófona

Revista de Imprensa Lusófona de 17 de janeiro de 2022

No Brasil o “Estadão” destaca que “Advogados anti-Lava Jato propõem a Lula reforma dos conselhos da Justiça e do MP [Ministério Público]”. Segundo “O Globo”, o “WhatsApp avalia derrubar limite de mensagens, e analistas veem risco à eleição”. 

Em Portugal o “Observador” noticia “Líderes com encontro marcado em Lisboa para último debate televisivo na campanha eleitoral”. O “Diário de Notícias” comenta sobre “A elite que dominou durante décadas o parlamento”. 

Sobre Angola a “Angop” menciona “Angola na reunião do Conselho de Ministros da CEEAC [Comunidade Económica dos Estados da África Central]”. A “AngoNotícias” indica que a “Economia angolana não recupera da pandemia até 2023”. 

Quanto a Cabo Verde, “A Semana” escreve “Em Cabo Verde ‘há muito deslumbramento com o poder e muito síndrome da primeira vez’, Presidente da República”. O “Expresso das Ilhas” informa “Disputa a dois. Futuro da UCID decide-se entre a ruptura e a continuidade”. 

A “Carta de Moçambique” avança “Macomia: Decapitadas três pessoas por terroristas na aldeia Nova Zambézia”. O “Sapo Notícias” partilha “Cabo Delgado: Famílias deslocadas pela guerra queixam-se de falta de apoio”. 

“Partido de Xanana Gusmão decide candidatura à presidência de Timor-Leste” e “Comandante militar lamenta apoio da Fretilin ao Presidente” são dois temas divulgados pelo “Sapo Notícias” em Timor-Leste

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

O Presidente russo, Vladimir Putin, apelou ao Exército ucraniano para que retirasse o apoio ao Governo ucraniano, o que significa…
Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kuleba, confirmou os relatos de ataques e bombardeamentos a creches e orfanatos…
Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

As autoridades russas detiveram mais de 1.800 manifestantes que se opuseram à invasão à Ucrânia.  “Nós estamos preocupados com as…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin