capa da Revista de Imprensa Lusófona

Revista de Imprensa Lusófona de 17 de setembro de 2021

A “Carta de Moçambique” informa que o “Comandante geral da PRM [Polícia da República de Moçambique] diz que a população pode regressar a Quissanga”. O “PR [Presidente da República] Nyusi lança hoje processo de revisão da estratégia Nacional de Desenvolvimento”, segundo a “Folha de Maputo”.

“Governo adopta acordo de mobilidade entre nos países membros da CPLP [Comunidade dos Países de Língua Portuguesa]” e “VI Congresso do PRS: Aprovadas 15 candidaturas, das quais 13 para o cargo de presidente do partido e duas para o de secretário-geral” são dois dos temas divulgados pela “ANG” na Guiné-Bissau.

A “Agência Brasil” refere que a “Câmara aprova MP [Medida Provisória] que altera regras de fundos constitucionais”. Já “O Globo” tem em manchete “’Zero vezes zero’, diz Mendonça sobre probabilidade de desistir da vaga ao STF [Supremo Tribunal Federal]”.

Em Cabo Verde o “Expresso das Ilhas” escreve que o candidato presidencial “José Maria Neves apela à não utilização dos recursos do Estado para fazer campanha eleitoral”. No jornal “A Semana” lê-se que o “Parlamento Europeu aprova novo acordo de facilitação de vistos UE [União Europeia] – Cabo Verde”.

“Cerca de 300 trabalhadores timorenses não cumprem acordo do programa sazonal” e “Austrália rejeita entrada de trabalhadores timorenses vacinados com Sinovac” são duas notícias partilhadas pelo site “Tatoli”, em Timor-Leste.

A “STP-Press”, agência de notícias de São Tomé e Príncipe, destaca que o “Primeiro-ministro de Cabo Verde prepara visita oficial a São Tomé e Príncipe”. O “Jornal Transparência” indica que a “Madeira e São Tomé e Príncipe discutem cooperação agrícola”.

A “Angola 24 Horas” publica que o dirigente “Manuel Fernandes nega que a CASA-CE seja um aliado do MPLA”. A “Angop” menciona que o “Presidente João Lourenço conversa com José Eduardo dos Santos”.

Sobre Portugal o “Público” noticia “PCP e Bloco contra prioridade ao défice baixo, exigem ‘resposta aos problemas sociais’”. O “Expresso” avança que o “MP [Ministério Público] considera ilegal eleição de Ventura”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin