Lusofonia | Notícias

Revista de Imprensa Lusófona de 19 de Outubro de 2018

Em São Tomé e Príncipe, o portal “Téla Nón” informa que o “TC [Tribunal Constitucional] divulga esta sexta-feira os resultados definitivos” das eleições legislativas realizadas a 07 de outubro. “São Tomé/Eleições: Representante da ONU no país até anúncio dos resultados oficiais pelo TC”, é a manchete do “Jornal Tropical”.

“15 mil milhões de dólares para alargar oferta de água”, destaca o “Jornal de Angola”. Já “O País” tem como manchete o tema “Comissão Económica aprecia fundamentação do OGE [Orçamento Geral do Estado]” para 2019, em Angola.

O jornal “@Verdade” refere que o Presidente de Moçambique, Filipe Nyusi, “saúda os obreiros da vitória do partido Frelimo nas Autárquicas: CNE, STAE e PRM”. No entanto, as eleições autárquicas continuam a causar conflitos. “Renamo acusa a Frelimo de subversão da vontade popular para se manter no poder à força”, informa o mesmo órgão de comunicação. Também “O País” aborda este assunto, com o título “Parlamento reabre com acusações de manipulação nas autárquicas”. A “Folha de Maputo” informa ainda que “PR Nyusi exorta os moçambicanos a manterem a calma e aguardar pelo anúncio dos resultados eleitorais”.

Em Timor-Leste, “Embaixada portuguesa em Díli obrigada a fechar pelo segundo dia consecutivo” é uma das notícia de hoje do “Timor Agora”, uma situação que terá ocorrido “devido à concentração de centenas de pessoas, descontentes com atrasos no processamento dos seus pedidos de nacionalidade, com alguns a tentarem forçar a entrada no complexo”.

“Armadores em pé-de-guerra com o Governo: ACAMM [Associação Cabo-verdiana dos Armadores da Marinha Mercante] denuncia irregularidades no concurso de concessão do serviço público do transporte marítimo e caos social com o monopólio da exploração do sector”, avança “A Semana”, órgão de Cabo Verde. “A Nação” refere ainda “Taxa de Segurança Aeroportuária: PAICV entrega esta sexta-feira pedido de fiscalização ao Tribunal Constitucional”.

No Brasil, “Bolsonaro pode ser punido se foi beneficiado, dizem especialistas”, é a manchete da “Folha de S.Paulo”. também “O Globo” destaca o assunto: “Bolsonaro diz que não tem controle das redes; Haddad pede a prisão de empresários”. Por sua vez, o portal de notícias “G1” partilhou hoje uma nova sondagem sobre as eleições: “Datafolha para presidente, votos válidos: Bolsonaro, 59%; Haddad, 41%”.

Em Portugal, «Costa exige a ministros que apurem “discrepâncias” no programa de precários», de acordo com o “Público”. “Portugal “está a marcar passo” na competitividade. E não se preveem melhorias“ segundo o relatório do Fórum Económico Mundial, divulgado pelo “Observador”.

“Partidos sem assento parlamentar acusam Comunidade Internacional de favorecer PAIGC”, destaca o site “Guineendade” na Guiné-Bissau, um assunto que também continua em destaque no jornal “O Democrata”.

Na Guiné Equatorial, “O Governo aprova o orçamento para o ano fiscal 2019” e a “Sessão do Conselho de Ministros”, realizada esta quinta-feira, 18 de outubro, são dois dos temas de destaque da página web institucional do país.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo