capa da Revista de Imprensa Lusófona

Revista de Imprensa Lusófona de 27 de Junho de 2018

“Ossufo Momade e a reviravolta da Frelimo sobre a desmilitarização – “É brincadeira!”, destaca o “CanalMoz”, acrescentando que o líder interino da Renamo disse: “Nós vamos entregar as armas quando estivermos bem representados nas Forças Armadas de Defesa de Moçambique assim como na Polícia, porque assim temos a garantia de que essas armas não serão usadas para matar a nós próprios”. O jornal “O País” avança que “Gamiliel Munguambe é o novo embaixador de Moçambique no Brasil”, tendo sido “exonerado do cargo de embaixador de Moçambique no Vietname, em Janeiro último, posição que ocupava desde 2012”.  

O “Jornal de Angola” informa que o “FMI reafirma apoio técnico para estabilizar a economia”, adiantando que o FMI “vai continuar a garantir apoio técnico ao Governo, para a estabilização da economia”. A “Angop” noticia que a “Sonangol e Equinor assinam memorando para exploração de petróleo”, de forma a “que esta última continue a investir na exploração e contribua no aumento da produção de petróleo em Angola”.  

Em relação à área judicial e política, no Brasil, “O Globo” refere “Como a decisão de soltar José Dirceu afeta o caso de Lula – Situação dos dois é semelhante, mas caso do ex-presidente será analisado no plenário”. A “Folha de S. Paulo” menciona também o caso de Dirceu: “STF [Supremo Tribunal Federal] determina a libertação do ex-ministro José Dirceu – Soltura do petista dá esperança a outros detidos após condenação na 2ª instância”.  

A “STP Press” informa que a “ADI e MLSTP querem que as eleições [em São Tomé e Príncipe] sejam no dia 07 de Outubro próximo”. O jornal “O Parvo” avança que “Presidente da República inicia ronda de auscultação para marcação das próximas eleições”.  

No domínio da isenção de vistos, a “Inforpress” adianta que “Isenção de visto entre Cabo Verde e Angola entra em vigor a partir de 01 de Julho – autoridades”. “A Nação” refere que “Porto Novo vai receber investimentos de 23 milhões de euros no quadro do projecto AquaSun”.  

Sobre a área das relações externas, em Timor-Leste, o blog “Timor Agora” refere que o “Presidente timorense na Indonésia, [realiza a] primeira visita de Estado ao exterior”, iniciada ontem e que termina esta sexta-feira.

“O Democrata” noticia que, na Guiné-Bissau, o “Líder da Central Sindical guineense acusa PM de «dividir dinheiro do Estado com amigos»”. 

O blog “El Confidencial de Guinea Ecuatorial” destaca a “Entrevista com Armengol Engonga, vice-presidente do governo no exílio do Partido Progressista da Guiné Equatorial“.  

Em primeira página, o jornal “Público” refere que o “Parlamento [de Portugal] tem 19 deputados arguidos”, referindo-se à “Actividade autárquica, exercida antes da chegada ao Parlamento, e as viagens do Euro 2016 fazem a maioria dos casos. PSD e PS são «totalistas» nesta legislatura. Há deputados que foram ouvidos em mais do que um processo”. O “Diário de Notícias” põe em destaque que o “Governo [está] disponível para ir além dos 600 euros no salário mínimo”.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: Ciclone Tropical GOMBE destrói e mata em Nampula

Moçambique: Ciclone Tropical GOMBE destrói e mata em Nampula

O Ciclone Tropical “GOMBE”, o terceiro fenómeno meteorológico a afectar as províncias da Zambézia, Nampula e Cabo  Delgado depois das…
Brasil: Missão de solidariedade resgata 68 refugiados da guerra na Ucrânia 

Brasil: Missão de solidariedade resgata 68 refugiados da guerra na Ucrânia 

Pousou em solo nacional na manhã desta quinta-feira (10) o avião da Força Aérea Brasileira (FAB) que trazia 42 brasileiros…
Moçambique conta com forças militares da África do Sul até abril

Moçambique conta com forças militares da África do Sul até abril

O Presidente da África do Sul, Cyril Ramaphosa, decidiu estender até 15 de abril o destacamento da Força Nacional de…
Timor-Leste em risco de grave crise nos preços com conflito na Ucrânia

Timor-Leste em risco de grave crise nos preços com conflito na Ucrânia

O Programa Alimentar Mundial (PAM) avisa que o conflito existente na Ucrânia pode vir a causar aumentos adicionais de preços nos produtos…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin