capa da Revista de Imprensa Lusófona

Revista de Imprensa Lusófona de 29 de dezembro de 2021

Em Portugal o “Público” tem em manchete “Covid-19: SNS24 bate recorde de chamadas – 72 mil num só dia – e já se pede uma mudança de estratégia”. O “Diário de Notícias” publica que “Fantasma da instabilidade ressuscita cenário do regresso do ‘centrão’ ao poder”.

Sobre Cabo Verde “A Nação” escreve “Situação de Contingência: Proibidas festas e celebrações de Final de Ano na via pública”. A “Inforpress” avança “Santo Antão: Elisa Pinheiro formaliza candidatura a presidente da Comissão Política Regional do PAICV”.

“Governo prevê 37 milhões para investimento em atividades sensíveis à nutrição” e “Governo japonês já doou mais de 70 milhões para desenvolvimento de infraestruturas de Timor-Leste” são dois dos temas divulgados pela “Tatoli”, em Timor-Leste.

Segundo a “Agência Brasil”, o “Presidente edita MP [medida provisória] para distribuição de alimentos à quilombolas”. O jornal “O Globo” destaca o título “Centrão teme custo eleitoral da postura antivacina de Bolsonaro em 2022”.

Na Guiné-Bissau a “ANG” noticia que o “SINPOPUCS [Sindicato Nacional dos Profissionais dos Órgãos Públicos da Comunicação Social] suspende a segunda vaga de greve devido ao entendimento alcançado com  Governo”. De acordo com “O Democrata”, o “Parlamento Infantil exorta o Estado a construir parques para crianças”.

Em Moçambique a “Folha de Maputo” refere que “Viúva de Nhongo exige libertação dos filhos alegadamente raptados pelas autoridades”. O “Notícias Online” indica que foi “Reforçada capacidade de resposta contra terrorismo”.

A “STP-Press”, agência de notícias de São Tomé e Príncipe, informa que o ex-Presidente são-tomense “Fradique de Menezes solidariza-se com ações governativas de Jorge Bom Jesus e deseja-lhe forças para continuar”. O “Jornal Tropical” menciona que “São Tomé e Príncipe suspeita que variante Ómicron já esteja no país”.

No “Jornal de Angola” pode ler-se que o “Presidente da República autoriza admissão de 7.350 profissionais de Saúde”. O “Club-K” partilha que o “PR [Presidente da República] anula cumprimentos de fim de ano”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

O Presidente russo, Vladimir Putin, apelou ao Exército ucraniano para que retirasse o apoio ao Governo ucraniano, o que significa…
Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kuleba, confirmou os relatos de ataques e bombardeamentos a creches e orfanatos…
Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

As autoridades russas detiveram mais de 1.800 manifestantes que se opuseram à invasão à Ucrânia.  “Nós estamos preocupados com as…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin