Lusofonia | Notícias

Revista de Imprensa Lusófona de 31 de julho de 2020

Em Portugal o “Observador” cita o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, através do título “Governo em crise fica ‘encostado’ ao Presidente, que ‘tende a apagar-se’ em estabilidade, explica Marcelo”. O “Público” tem em manchete “Centros de saúde não conseguem atender telefones. Quebra nas consultas presenciais é de três milhões”.

A “Carta de Moçambique” publica que o presidente do partido MDM “Daviz Simango diz que alternativa viável é o Estado de Calamidade”. A “Folha de Maputo” noticia que o “Banco Central prevê estabilidade da inflação”.

Na Guiné-Bissau “O Democrata” escreve que a “Sociedade civil guineense questiona poder político sobre rumo do país nos últimos tempos”. O ministro da Finanças “Fadia confirma emissão de títulos de tesouro no valor de 58 mil milhões não 62 mil milhões de francos CFA”, indica a “ANG”.

Sobre o Brasil o ministro do Supremo Tribunal Federal “Moraes ordena bloqueio de contas de bolsonaristas no exterior, e Twitter diz que vai recorrer de decisão ‘desproporcional’”. O “Estadão” tem em destaque o título “Garimpo ameaça maior linha de transmissão de energia do país”.

A “STP-Press”, agência de notícias de São Tomé e Príncipe, informa “Covid-19: Governo são-tomense decidiu prorrogar por mais 15 dias a Situação de Calamidade”. Segundo o “Jornal Transparência”, “Está em curso o processo de descentralização do Serviço de Registos e Notariado”.

“Diplomata angolano assume presidência da comissão da CEEAC [Comunidade Económica dos Estados da África Central]”, partilha o “Correio da Kianda” em Angola. De acordo com o “Angola 24 Horas”, “Abel Chivukuvuku anuncia recurso do PRA-JA junto dos tribunais nacionais e internacionais”.

Em Cabo Verde o “PAICV acusa Governo de ‘descaso’ para com a região de Santiago Sul”, refere a “Inforpress”. No “Expresso das Ilhas” lê-se que o “Governo disponibiliza 97 mil contos para reforçar o serviço de evacuações e mitigar o mau ano agrícola”.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo