Cabo Verde: UCID defende fim do monopólio de transportes aéreos domésticos

O presidente da UCID, António Monteiro, prometeu que iria acabar com o monopólio nos transportes aéreos domésticos caso vencesse as eleições autárquicas, marcadas para este domingo, 18 de abril. Outra promessa feita foi a revisão do contrato de concessão da Cabo Verde Interilhas.

Monteiro teve de cancelar uma deslocação à ilha do Sal, prevista para esta quarta-feira, dia 14. Em substituição deste programa cancelado, começou o dia de campanha em São Domingos, Santiago Sul.

A mudança de planos colocou novamente a questão dos transportes interilhas na rota da campanha do dirigente. “A política dos transportes em Cabo Verde no mandato deste governo tem sido um autêntico desastre”, começou por dizer.

“Imaginem que eu para chegar a São Vicente teria que sair do Sal à meia-noite, para chegara São Vicente amanhã (quinta-feira) por volta das 13 horas, se tudo corresse bem”, exemplificou.

Para o político, esta situação “é terrível, não é aceitável que num país soberano, quem define a política dos transportes aéreos e marítimos sejam duas companhias estrangeiras. Algo não está bem e o governo do MpD entende que as coisas estão a correr bem”.

A UCID candidata-se a todos os círculos eleitorais, na corrida aos 72 lugares disponíveis no Parlamento de Cabo Verde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *



Artigos relacionados

Moçambique: BM faz previsão económica positiva para o país

Moçambique: BM faz previsão económica positiva para o país

O Banco Mundial (BM) prevê que a economia moçambicana recupere gradualmente ainda neste ano de 2021. No entanto, alerta para os riscos significativos de uma queda, devido à incerteza sobre o caminho…
Timor-Leste: Ministério Público tem 2.577 processos pendentes

Timor-Leste: Ministério Público tem 2.577 processos pendentes

O Procurador-Geral da República de Timor-Leste, Alfonso Lopez, informou que o Ministério Público registou 2.577 casos pendentes a nível nacional. O anúncio foi…
Estreia "Calígula morreu. Eu não" no D. Maria II, uma coprodução que junta Portugal e Espanha

Estreia "Calígula morreu. Eu não" no D. Maria II, uma coprodução que junta Portugal e Espanha

“Calígula morreu. Eu não“, espetáculo com encenação de Marco Paiva e texto da dramaturga espanhola Clàudia Cedó, chega à Sala…
Moçambique: Governo promete igualdade de género

Moçambique: Governo promete igualdade de género

O Governo moçambicano reiterou o compromisso de trabalhar para garantir a igualdade de género no país, em conjunto com todos os intervenientes sociais. O foco, disse,…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin