Atriz Úrsula Corona defendeu “o futuro da democracia representativa” durante o 12º Fórum Jurídico de Lisboa

A atriz brasileira Úrsula Corona, CEO do Instituto Fome de Tudo, organização apoiada pelas Nações Unidas em parceria com o Programa Mundial de Alimentos (PMA), participou no 12º Fórum Jurídico de Lisboa, em Portugal.

Úrsula, que também é sócia da Sete Artes Produções, com sede em Lisboa, foi uma das apresentadoras do painel “O mundo em eleições e o futuro da democracia representativa”, uma prestação que mereceu o elogio de Luís Roberto Barroso, presidente do Supremo Tribunal Federal do Brasil (STF).

Ao todo, o Fórum apresentou 53 painéis com 337 palestrantes, entre académicos, gestores, especialistas, autoridades, representantes da sociedade civil organizada do Brasil e da Europa.

O tema do fórum de 2024 foi “Avanços e recuos da globalização e as novas fronteiras: transformações jurídicas, políticas, económicas, socioambientais e digitais”, uma iniciativa que decorreu entre os dias 26, 27 e 28 de junho nas instalações da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa.

Estima-se que 2,5 mil pessoas participaram nessa edição, além de ministros do STF e de vários do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O evento foi organizado pelo Instituto Brasileiro de Ensino, Desenvolvimento e Pesquisa (IDP), pelo Instituto de Ciências Jurídico-Políticas da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa (ICJP) e pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

O encontro permitiu o diagnóstico e a formulação de soluções para problemas que atingem Brasil e Portugal, além de ter estreitado relações entre os países. Esta foi a conclusão da mesa de encerramento do fórum, que contou com manifestações do ministro Gilmar Mendes, decano do Supremo Tribunal Federal do Brasil, e do reitor da Universidade de Lisboa, Luís Manuel dos Anjos Ferreira.

Ígor Lopes

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Maláui: Brigada Anticorrupção manda prender oito funcionários da Migração por suspeita de corrupção 

Maláui: Brigada Anticorrupção manda prender oito funcionários da Migração por suspeita de corrupção 

Oito funcionários do Departamento da Migração de Lilongue e mais dois civis foram, esta quinta-feira (11), detidos por suspeita de…
Portugal: Aposta na inovação no setor agroindustrial marcou celebração de 15 anos da InovCluster em Castelo Branco

Portugal: Aposta na inovação no setor agroindustrial marcou celebração de 15 anos da InovCluster em Castelo Branco

A InovCluster – Associação do Cluster Agroindustrial do Centro, uma das mais destacadas instituições no setor, localizada em Castelo Branco,…
Guiné-Bissau: Nabiam acusa Sissoco de pretender eliminar líderes políticos guineenses

Guiné-Bissau: Nabiam acusa Sissoco de pretender eliminar líderes políticos guineenses

O antigo Primeiro-ministro e líder da APU-PDGB, Nuno Gomes Nabiam, acusou, esta quinta-feira, 11 de Julho, o Presidente da República…
Moçambique: Actividade Económica continuou fechada na vila de Macomia enquanto FADM justifica a razão da morte de um comerciante local 

Moçambique: Actividade Económica continuou fechada na vila de Macomia enquanto FADM justifica a razão da morte de um comerciante local 

Na terça-feira (9) a vila de Macomia, centro de Cabo Delgado, ficou agitada na sequência de uma manifestação da população…