CCRB assina protocolo no Reino Unido para “valorizar” empresas portuguesas

A Câmara de Comércio da Região das Beiras (CCRB), com sede no Fundão, região Centro de Portugal, assinou um protocolo de coprodução, nos últimos dias, com a “The Portuguese Offer International Trade Exchange East Anglia 2026”, numa cerimónia que ocorreu em Tethford, no Reino Unido, e que contou com a presença de Ana Correia, presidente da CCRB, e de João Morgado, vice-presidente da entidade.

A iniciativa foi também apresentada ao Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Cesário, durante reunião com a direção da “The Portuguese Offer” em Lisboa, no dia 24 de maio.

De acordo com a CCRB, José Cesário manifestou “total apoio à difusão das empresas portuguesas em Inglaterra, destacando a importância deste projeto para o fortalecimento das relações comerciais entre Portugal e Reino Unido, especialmente no contexto pós-Brexit”. Este governante português teria ainda se comprometido a levar o dossier ao Ministério da Economia para um acompanhamento direto do ministro Pedro Reis e das entidades sob a sua alçada, como a Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP).

A próxima reunião, que poderá ocorrer em Londres, visa “aproximar ainda mais as comunidades locais e discutir detalhes adicionais sobre o evento de 2026”.

Por sua vez, o Secretário de Estado do Turismo, Pedro Machado, também demonstrou, segundo Ana Correia, apoio ao projeto durante um encontro com os representantes, destacando a relevância do turismo nas suas diferentes áreas para o sucesso do certame internacional.

A direção da “The Portuguese Offer” é composta por Carla Barreto, vice-Mayor de Tethford e CLO; Joe Barreto, CEO; Carlos Ribeiro, CFO; e João de Noronha, Administrador de Relações Internacionais, uma equipa executiva que tem trabalhado em estreita colaboração com a CCRB para garantir que o evento de 2026 seja uma montra para as empresas portuguesas no Reino Unido.

Além do apoio do governo português, a iniciativa conta com a cooperação de várias entidades britânicas, incluindo o Norfolk County Council, Norfolk Chambers of Commerce, Cambridgeshire Chambers of Commerce e Cambridge University, com as quais foram firmados protocolos de cooperação.

“O evento de 2026 promete ser uma oportunidade crucial para o fortalecimento das relações comerciais entre Portugal e Reino Unido, oferecendo uma plataforma estratégica para as empresas portuguesas se destacarem no mercado britânico. Na nossa opinião, a assinatura deste protocolo é um passo significativo na promoção das empresas portuguesas no exterior”, comentou a presidente da CCRB.

Ígor Lopes

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Maláui: Brigada Anticorrupção manda prender oito funcionários da Migração por suspeita de corrupção 

Maláui: Brigada Anticorrupção manda prender oito funcionários da Migração por suspeita de corrupção 

Oito funcionários do Departamento da Migração de Lilongue e mais dois civis foram, esta quinta-feira (11), detidos por suspeita de…
Portugal: Aposta na inovação no setor agroindustrial marcou celebração de 15 anos da InovCluster em Castelo Branco

Portugal: Aposta na inovação no setor agroindustrial marcou celebração de 15 anos da InovCluster em Castelo Branco

A InovCluster – Associação do Cluster Agroindustrial do Centro, uma das mais destacadas instituições no setor, localizada em Castelo Branco,…
Guiné-Bissau: Nabiam acusa Sissoco de pretender eliminar líderes políticos guineenses

Guiné-Bissau: Nabiam acusa Sissoco de pretender eliminar líderes políticos guineenses

O antigo Primeiro-ministro e líder da APU-PDGB, Nuno Gomes Nabiam, acusou, esta quinta-feira, 11 de Julho, o Presidente da República…
Moçambique: Actividade Económica continuou fechada na vila de Macomia enquanto FADM justifica a razão da morte de um comerciante local 

Moçambique: Actividade Económica continuou fechada na vila de Macomia enquanto FADM justifica a razão da morte de um comerciante local 

Na terça-feira (9) a vila de Macomia, centro de Cabo Delgado, ficou agitada na sequência de uma manifestação da população…