Brasil: A Fundação AIS está solidária com as vítimas das trágicas inundações

A organização internacional católica Ajuda à Igreja que Sofre (Fundação AIS) está em estreito contacto com os seus parceiros locais no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina, as áreas mais afetadas pelas cheias, e está empenhada em ajudar nos esforços de recuperação.

As chuvas torrenciais já causaram a morte de cerca de 150 pessoas e afetaram mais de dois milhões de pessoas nos estados brasileiros do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, muitas das quais necessitam de ajuda imediata e a longo prazo, depois de terem perdido todos os seus meios de subsistência devido às cheias, que são as maiores da história do Rio Grande do Sul.

Regina Lynch, presidente executiva da Fundação AIS, enviou uma mensagem de solidariedade aos parceiros de projeto da organização para expressar a “proximidade espiritual” da instituição e a sua disponibilidade para ajudar num momento tão difícil.”Como membros do mesmo corpo místico de Cristo, que é a Igreja, a Fundação AIS quer apoiar – através da oração e da assistência material. Estamos em constante oração por todas as pessoas e permanecemos disponíveis para ajudar a Igreja local com as necessidades que surgirem, sejam elas de emergência ou estruturais.”

Regina Lynch manifestou ainda a sua esperança de que a solidariedade global possa “travar as consequências da tragédia”, acrescentando: “que não falte o encorajamento aos pastores deste rebanho duramente atingido. Rezemos juntos pela intercessão de Nossa Senhora Aparecida”, a padroeira do Brasil.

Por outro lado, em carta enviada à Fundação AIS, D. Jaime Pedro Kohl, Bispo de Osório, no Rio Grande do Sul, explica que “todas as nossas paróquias estão envolvidas na doação de alimentos, água, produtos de higiene, colchões, roupas e outros bens essenciais. Já conseguimos enviar centenas de toneladas de bens doados”, no que ele descreve como um ‘Pentecostes da caridade’.

O Bispo agradeceu ainda à Fundação AIS pela ajuda constante às instituições eclesiásticas locais. “No meio de todo o sofrimento e dor, manifestam-se a solidariedade e a caridade da comunidade local, do povo Brasileiro e do mundo inteiro. Obrigado!”

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Maláui: Brigada Anticorrupção manda prender oito funcionários da Migração por suspeita de corrupção 

Maláui: Brigada Anticorrupção manda prender oito funcionários da Migração por suspeita de corrupção 

Oito funcionários do Departamento da Migração de Lilongue e mais dois civis foram, esta quinta-feira (11), detidos por suspeita de…
Portugal: Aposta na inovação no setor agroindustrial marcou celebração de 15 anos da InovCluster em Castelo Branco

Portugal: Aposta na inovação no setor agroindustrial marcou celebração de 15 anos da InovCluster em Castelo Branco

A InovCluster – Associação do Cluster Agroindustrial do Centro, uma das mais destacadas instituições no setor, localizada em Castelo Branco,…
Guiné-Bissau: Nabiam acusa Sissoco de pretender eliminar líderes políticos guineenses

Guiné-Bissau: Nabiam acusa Sissoco de pretender eliminar líderes políticos guineenses

O antigo Primeiro-ministro e líder da APU-PDGB, Nuno Gomes Nabiam, acusou, esta quinta-feira, 11 de Julho, o Presidente da República…
Moçambique: Actividade Económica continuou fechada na vila de Macomia enquanto FADM justifica a razão da morte de um comerciante local 

Moçambique: Actividade Económica continuou fechada na vila de Macomia enquanto FADM justifica a razão da morte de um comerciante local 

Na terça-feira (9) a vila de Macomia, centro de Cabo Delgado, ficou agitada na sequência de uma manifestação da população…