Angola: Conflitos na FNLA dividem partido em quatro facções

A FNLA continua a ter um grave conflito interno. O reflexo dessa situação está no facto de o partido encontrar-se atualmente separado em quatro facções.

Trata-se de divisões internas com lutas em tribunal, facções a realizarem congressos separados e com vários dirigentes a proclamarem-se presidentes da FNLA.

A mais recente polémica aconteceu quando um congresso elegeu Pedro Dala como líder da formação política. A nomeação foi imediatamente colocada em causa pelo deputado Lucas Ngonda, reconhecido pelas autoridades como o presidente da FNLA.

Ngonda informou que iria impugnar em tribunal o congresso no qual foi eleito Dala como novo presidente. Isto porque, defendeu, o verdadeiro congresso da FNLA vai realizar-se entre 16 e 18 de setembro.

Lucas Ngonda lembrou que Pedro Dala foi destituído do cargo de secretário-geral. Já Dala respondeu que Ndonga tem sempre desculpas para atrasar a realização do congresso porque não quer abandonar a liderança do partido antes de 2022.

“Depois vai dizer que temos que organizar o comité central em outro tempo e o tempo vai passar, até 2022”,  declarou, acrescentando que “não podemos ser manipulados deste modo por um único homem”.

As atuais quatro facções da FNLA são a ala de Álvaro Roberto, filho do fundador Holden Roberto, a ala de Ngola Kabangu, a ala de Lucas Ngonda e a ala de Pedro Dala.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: IESE diz que Covid-19 não foi principal causa de recessão do país

Moçambique: IESE diz que Covid-19 não foi principal causa de recessão do país

O Instituto de Estudos Sociais e Económicos (IESE) considera que a Covid-19 não foi a principal causa da recessão económica em Moçambique.…
Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Segundo uma nota do Gabinete de Comunicação da Presidência da República, citando o Decreto Presidencial, “é o Contra Almirante, Carlos…
Timor-Leste: Elaboração do Plano de Urbanização de Díli aprovada

Timor-Leste: Elaboração do Plano de Urbanização de Díli aprovada

O Conselho de Ministros de Timor-Leste aprovou a elaboração do Plano de Urbanização de Díli. O objetivo é melhorar a…
Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

O ministro da Agricultura e Pescas de Angola, António Francisco de Assis, informou que foram aprovados mais de 15 mil…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin